Justiça

Advogados que atuavam em favor do PCC são condenados

Sete advogados acusados de envolvimento com o Primeiro Comando da Capital (PCC) foram condenados com penas de 5 a 11 anos de reclusão por integrar uma rede que atuava em favor da organização criminosa no Estado de São Paulo. Na decisão, já publicada, o juiz Gabriel Medeiros, da 1ª Vara de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, argumenta que ficou caracterizado o envolvimento dos réus com a facção. Os acusados podem recorrer.

Segundo a denúncia, os advogados prestavam assistência a familiares e a detentos. No dia 22 de novembro, outros sete advogados já haviam sido condenados pelo magistrado com penas que variavam de oito a 17 anos de prisão. Há um mês, o mesmo juiz também condenou seis advogadas por envolvimento com a organização criminosa.

A denúncia decorreu de investigações que ficaram conhecidas como Operação Ethos. “O que se tem no caso em julgamento, longe está de ser uma relação entre cliente e advogado, e sim uma relação entre advogados e organização criminosa, ficando aqueles à disposição desta. (…) Mostra-se notório que não possui a facção origem lícita de recursos e não se mostra crível aceitar a tese de que os réus, no presente caso, não sabiam desta fonte promíscua de recursos financeiros da organização por eles integrada”, escreveu o magistrado.

Matéria reproduzida do Informebaiano

Taxa básica de juros pode ser reduzida ao menor nível da história nesta semana
Previous post

Taxa básica de juros pode ser reduzida ao menor nível da história nesta semana

Next post

DE NOVO: POR FALTA DE PAGAMENTO PROFESSORES MUNICIPAIS PARALISAM ATIVIDADES EM CORAÇÃO DE MARIA

No Comment

Leave a reply

admin

admin